DJ Nuts – Máquina de Dança

NutsMix
Faz tempo que não escrevo sobre Rap, além da correria do dia-a-dia, que me impede de fazer isso com frequência, o Rap atual brasileiro não está muito do meu gosto. São muitos Raps mal feitos e muita gente que acha que sabe fazer Rap, muita gente que acha que entende de Rap e o corporativismo impera… Todo mundo é bom, todo mundo sabe fazer e por ai vai.

Sendo assim fico esperando algo muito bom ser lançado, mas tá tão difícil disso acontecer, pelo menos que seja do meu gosto. Tenho como referências na Cultura Hip-Hop, em cada um dos elementos, artistas de nível muito alto, portanto não consigo aceitar qualquer rapzinho meia boca!

Hoje, fuçando na página de um eterno parceiro (facebook.com/artful00), vi um link compartilhado que dizia assim “FINALMENTe publicado meu novo mix … DJ Nuts “Maquina de dança” … 3 horas de RAP NACIONAL só os antigos  compartilhe …. escolinha para essa galerinha do RAP universitário!”.

Qualquer link, email, carta, qualquer coisa que tenha as palavras “DJ, mix, Nuts, Rap” não tem como não abrir. Sempre coloquei o Nuts entre os 3 melhores DJs do Brasil, essa lista sempre muda na minha cabeça, mas o Nuts sempre está entre os 3. Vi ele tocar várias vezes, acompanhei diversos projetos dele, já vendi disco pra ele, vi fazer umas loucuras nos toca-discos, vi ser campeão do Hip-Hop DJ, cansei de ouvir chamarem ele de “boy”, vi se envolver em algumas confusões, mas não venho aqui pra falar da pessoa e sim do DJ.

FlyerNutsTonTon
Nessa função são poucos que se igualam ou chegam próximos da qualidade dele aqui no Brasil, ele é bom tocando em festas, acompanhando MCs e também fazendo turntablism, além do conhecimento musical, a pesquisa em cima do Rap brasileiro e a visão sobre Rap tanto nacional quanto internacional.

Com essa mix ele já está em primeiro na minha lista de melhores DJs e vai ficar por muito tempo, já vi pessoalmente ele tocar muitas dessas músicas que ele colocou na mix e esvaziar pistas! Lembro de uma vez no antigo Lov.E, ele tocou alguns Raps brasileiros históricos, o público saiu da pista e ficamos apenas eu e um amigo, cantei todas que ele tocou! Depois o organizador da festa (Primo Preto) se mostrou descontente com a seleção, falou algumas coisas pra ele, não sei bem o que, mas ai é assunto pra outro dia…

A mix em questão tem quase três horas de Rap brasileiro, que vai dos anos 80 até 1993 e tem todo mundo que merece ser reconhecido como parte da história do nosso Rap! É impressionante! Eu não tenho conhecimento de nenhuma mix com tantos minutos de gravação e nem com tantos clássicos!

Mano, eu nunca imaginei que fosse ouvir Desacato Verbal em alguma mix!?!?!? Eu fico em casa brincando com meus vinis, ouvindo esses Raps igual doido e jamais imaginei que fosse ouvir de novo eles em outro lugar que não fosse nos meus próprios toca-discos!!!!  Eu fui ouvindo a mix e a cada faixa eu pensava assim “puts, ele não vai tocar esse ou aquele grupo”, mas ai ele me pega e mete quase no fim uma sequência de Desacato Verbal, Facção Central (primeira formação) e Filosofia de Rua!!!! Quase todas eu nunca imaginei ouvir em nenhum outro lugar, mas essa sequência foi  f***!

Essa mix é muito importante para a nova geração, espero que eles escutem, pois a história de mais de uma década de Rap está ali, muitas músicas, creio que a grande maioria, sequer foram lançadas em álbuns solos, mas sim nas coletâneas das Equipes de Baile. As coletâneas foram momentos muito importantes para história do Rap no Brasil, delas saíram os maiores nomes do Rap Brasileiro!

Nuts, Rodrigo Velloso Teixeira, MUITO OBRIGADO!!! Como um dos maiores amantes do Rap brasileiro (desculpa a marra), eu agradeço de coração e pelos comentários que vi nas tais redes (anti) sociais, muita gente se emocionou. Espero, de verdade, que nas verdadeiras festas de Rap esses Raps continuem sendo tocados e principalmente aceitos e respeitados!

P.S.: Curti muito a capa em preto e branco no estilo Dirty Style e abertura com um free do W.Black, grande parceiro do DJ. Depois dessa mix ele podia mostrar pra geral um pouco dos beats que eu tô ligado que ele tem, inclusive muitos feitos na SP.

Para ouvir a mix acesse:
Máquina da Dança
Sound Cloud DJ Nuts

PLAY LIST

Mc Kid – Um Toque – 1991 – Musical
Dr Hype Bass – A real – 1991 – Kaskatas
Radicais do Peso – A real – remix – 1992 – Kaskatas
Sweet Lee – Comandando multidões – 1991 – Kaskatas
Geração Rap – Cuidado – 1989 – Kaskatas
Mister Theo – Cerveja – 1990 – Kaskatas
Karlinhos e DJ Cuca – Melo do Scooby Doo – 1990 – Kaskatas
Musicar – Electro Rock – 1987 – Kaskatas
Mike & DJ Bacana – Melo do Bastião – Kaskatas
Pepeu – Nomes de meninas – 1989 – Kaskatas
Pepeu & DJ Cuca – Nomes de meninas – remix – 1992 – Kaskatas
Região Abissal – Falso ingles – 1988 – Gel
DJ Rafa e os Magrelos – Magrelos – 1990 – Kaskatas
Thaide DJ Hum – Claudio eu tive um sonho – Eldorado
Thaide DJ Hum – feat. MC Jack – Corpo fechado – remix – 1989 – Eldorado
MC Jack – Vicio – 19?? – Eldorado
Jacaré – Balanço do jacaré Gererê – 1989 – Gel
MC Jack – Centro da cidade – 1988 – Paralelo
Código 13 – Gritos do silencio – 1988 – Parelelo
Código 13 – Código 13 – 1988 – Paralelo
GUETO – G.U.E.T.O – 1987 – WEA
Mister Sam – Rapping Duke – 1985 – Young
MC Jarbas – Na onda do Rap – 1988 – Simão discos
Escowa e a Mafia – Estação São Bento – 1989 – EMI
MT Bronks – O dia seguinte – 1993 – Zimbabwe
Alibi – Velocidade aqui é a arma – Discovery
Miele – Melo do Tagarela – 1980 – RCA
Baby Face – Melo do Tagarela 2 – 1980 – Building
Equipe Radio Cidade – Bons tempos ano novo – 1980 – EMI
Gerson King Combo – Da madureira a Central – 1985 – Lança
Truke – Da um break – 1984 – RCA
Buffalo Girls – Quero dançar um break – 1984 – Young
Cascatinha – Break do Cascatinha – 1985 – RCA
Eletric Boogies – Break mandrake – 1984 – RGE
Black Juniors – Mas que linda estas – 1984 – Young
Villa Box – Break de rua – 1984 – Epic
Dynamic Duo – Dont you know Tim Maia racional – 1989 – Fat records
Dymanic Duo – feat . General G – Situation rap – 19?? – Fat records
Mc Mattar – Sos Brasil – 1991 – Kaskatas
Duck Jam e Nação Hip Hop – Colarinho branco – remix – 1992 – TNT
Racionais – Beco sem saida – 1990 – Zimbabwe
Racionais Mc’s – Panico na zona sul – 1989 – Zimbabwe
Sharyline – Nossos dias – 1989 – Zimbabwe
Mc Gregory – Chanceman neguinha – 1989 – Zimbabwe
Ndee Naldinho – Melo da lagartixa – remix – 1992 – TNT
Ndee Naldinho – E essa mulher ? de quem é ? – remix – 1993 – TNT
Ndee Naldinho – Maquina de dança – 1993 – TNT
Região Abissal – Vem ca – 1988 – Eldorado
Radicais do Peso – O peso – 1991 – Rhythym and Blues
Moleque de Rua – Rap do moleque – 1992 – Columbia
Rick & Nando – A realidade – 1989 – RGE
Mister – Melo da chic – 1988 – Epic
Os Metralhas – Rap da abolição – 1988 – Epic
Sampa crew – Não mate a mata – 1990 – Kaskatas
Sampa crew – Não mate a mata – remix – 1992 – Kaskatas
Derek Sistem Rap – N Natureza – 1993 – Rhythym and Blues
RZO – Pobre no Brasil só leva chute – remix – 1993 – MA Records
RZO – Pobre no Brasil só leva chute – 199? – GP Records
DMC Rap – Tributo ao presidente – 1991 – Black Mad
Comando DMC – Tributo ao presidente – remix – 1992 – Black Mad
Vitima Fatal – Verde e amarelo – 1992 – Chic Show
Sweet Lee – feat. Marcos – Sou Sweet Lee – remix – 1992 – Kaskatas
Peso Pesado GOG – A matança continua – 1992 – Discovery
Baseado nas ruas – Bagulho na sequencia – 1993 – TNT
Baseado nas ruas – O cheiro mata – 1992 – TNT
Cambio Negro – Cadaver ambulante – 1993 – Discovery
DF Movimento – O lado que ninguem quer ver – 1992 – TNT
Pavilhao 9 – Otários fardados – 1993 – Niggaz
Grand Master Ney – feat. Rappin Hood e Jhonny Mc – Violencia jamais – 1992 – Rythym and Blues
Balinhas do Rap e seus amigos – Menor abandonado – 1992 – Rhythym and Blues
Duck Jam – Matas verdes – 1991 – Rhythym and Blues
MC Mattar – Mattar matou – 1993 – Hot Line records
The Black Panthers – Abaixo com a Babilonia – 1993 – Kaskatas
MRN – Noite passada – 1992 – Zimbabwe
Face Negra – Nós somos negros – 1992 – Zimbabwe
DMN – Mova-se – 1993 – Zimbabwe
Racionais – Voz ativa – acapella – 1993 – Zimbabwe
Thaide & DJ Hum – Nada pode me parar – 1992 – TNT
Thaide & DJ Hum – Hip Hop na veia – 1990 – Eldorado
Decibass – Fumaça – 1993 – Star records
Pepeu e DJ Cuca – Rasta – 1993 – Music X
Pepeu – Ir ao baile – 1993 – Chic Show
Pepeu e DJ Cuca – P de Pepeu – 1991 – TNT
Geração Rap – Pirulitos – 1992 – TNT
Mike – Piu piu – 1993 – TNT
Grupo Som de Assalto – Mulheres – 1993 – TNT
Nelson Triunfo & Funk Cia – Garota fantasia – 1990 – TNT
Rene do rap e DJ Pelé – Regina – 1993 – Kaskatas
Doctors Mcs – Garota sem vergonha – 1992 – Kaskatas
Território Negro – Melô do Seu Paulo – 1992 – Kaskatas
Grupo DF Movimento – Voce prometeu – 1992 – TNT
DJ Adilson e Dj Cuca – Melô do corno – 1993 – Master records
Master Rap – Pega e balança – 1993 – MA records
Frank Frank – As mulheres querem poder – 1991 – Zimbabwe
Os Metralhas – Mulheres no rap ela sabe o que faz – 1993 – Chic Show
Lady Rap – Condinome feminista – 1993 – Zimbabwe
Luna & DJ Cri – I’m Luna – 1992 – Kaskatas
MC Polmel – Ser um DJ – 1993 – TNT
MC Mister – DJ’s in rappe’s – 1991 – National records
Leandronik – DJ do gueto – 1993 – Discovery
FDS – feat. MC Vappo e Nailton – Miss Zelia – 1990 – Kaskatas
Magrelos – feat. Rosana – Mexa-se – 1991 – Epic
J Clip – Nosso agradecimento – 1992 – Dama
MC Mattar e Grupo Dança de Rua – Situation rap – Footloose rappers
Triple X – Things we do – 1989 – TNT
Os Caveiras do Rap – Surf ferroviario – 199? – MM produções
Circuito Fechado – Policia – Discovery – 1993 – Discovery
The Panther MC – Guerra drogas e sexo – 1993 – Cash Box
Facção Central – Cor – 1993 – Rhythym and Blues
Filosofia de Rua – A cor da pele não influi em nada – 1993 – Rhythym and Blues
Desacato Verbal – Primeiro passo – 1993 – Discovery
Inimigo Publico – Expresso a realidade – 1993 – Discovery
Mano Delcio DJ – Brasil – 1992 – Dama
Duck Jam – Coisas Brasil – 199? – TNT
The Brothers Rap – Rapagode – 199? – JWC records
Guedes & the Sindicate – Magics wand – 1991 – Bullet
Mc Lili e DJ A Coisa – O pó – 1993 – King records
Decibass MCs- Rebeldia sem pausa – 1992 – Star records
Doctor’s Black MCs – Sistema – 1991 – TNT
Sistema Negro – Somos pesados – 1993 – MA records
Rap Sensation – Vem me matar – 1993 – Hot Line records
Ndee Naldinho – Menos um irmão – 1991 – TNT
DJ Cuca – Sambeat – 1989 – Kaskatas
DJ Cuca e DJ Adilson – Melô da putaria – 1992 – MA records
Pepeu – Isso não é justo – Acervo discos
Produto da Rua – Uma peça – 1992 – MA records
Sampa Crew – Eterno amor – 199? – Kaskatas
Sampa Crew – Foi bom – remix – 1993 – Sampa Crew Produções
Caju e Castanha – Embolada – 1975 – Soma

Share Button
Tags:
Filed Under: Matérias, Sem categoria

facebook comments:

Leave a Reply